Criança pulando na cama

Como lidar com uma criança hiperativa

Parentes, educadores e professores chamam a criança hiperativa de uma verdadeira “máquina de movimento perpétuo”. Mesmo com pouca idade, ele já podia fugir do berço de vez em quando. 

E já com 5 anos de idade, é quase impossível cativar essa criança com um interessante conto de fadas ou assistindo a um desenho animado. Quando uma criança começa a ir à escola, há apenas mais problemas. Como esse fenômeno aparece e pode ser derrotado?

O que é hiperatividade?

Os especialistas caracterizam esse conceito como uma manifestação de excesso de atividade em crianças pequenas. Tais crianças não podem ficar paradas e fazer um grande número de movimentos desnecessários. Nas crianças em idade pré-escolar, o sistema nervoso ainda não é totalmente estável, portanto esse comportamento é frequentemente observado nelas.

Nos meninos, a hiperatividade é observada muitas vezes mais frequentemente do que nas meninas. Especialistas acreditam que isso se deve ao grande tamanho dos meninos ao nascer, o que geralmente leva a todos os tipos de lesões. Nos meninos, comparados às meninas, mais tarde são formadas as partes do cérebro que regulam o autocontrole.

Hoje, o número de crianças com essa condição está aumentando. Se você acredita nas estatísticas, entre as crianças em idade pré-escolar existem cerca de 40% dessas crianças. E entre os alunos do ensino fundamental, existem cerca de metade deles. Esses números são instigantes e preocupam os médicos.

Criança de cabeça para baixo
Criança de cabeça para baixo

Como a hiperatividade se manifesta

Este distúrbio se manifesta por muitos sintomas. Aqui estão os principais.

Falta de atenção

Uma criança não pode se concentrar em nada por um longo tempo, o que requer atenção e esforço. Isso é mostrado ao ler um livro, aprender matemática e até assistir um desenho animado. Devido à incapacidade de ser atencioso, as crianças costumam ter notas baixas na escola.

Impulsividade

As crianças com essa síndrome geralmente cometem ações precipitadas, se apressam, respondem à pergunta antes que o interlocutor a termine. Eles têm dificuldade em planejar negócios e não podem esperar na fila. Como resultado, seus relacionamentos com outras crianças se deterioram e os pais estão cada vez mais começando a frequentar um jardim de infância ou escola.

Mobilidade

Tal criança está constantemente em movimento. Observando-o, você pode ver que ele está constantemente correndo e pulando pela sala. Se você pedir para ele se sentar, ele estará chutando ou agitando os braços. A criança não pode andar calmamente. Ele corre ou pula. Ele tem um rosto muito animado, olhos revirados.

Mudanças de humor

Os pais não conseguem entender por que o humor do bebê muda com tanta frequência. É difícil prever o comportamento da criança. Às vezes, sem uma boa razão, uma onda de emoções pode ocorrer. Em um momento, a criança pode ficar com raiva e cruel, e em pouco tempo depois disso se transformar em uma criança doce.

Memória ruim

Quando um bebê não consegue concentrar sua atenção, constantemente faz ações precipitadas, se distrai dos assuntos, é muito difícil para ele lembrar-se de informações.

Causas da hiperatividade

A síndrome é baseada na disfunção cerebral, o que leva a uma violação do curso normal dos processos associados à psique. Como resultado, a criança sofre de todos os problemas acima. O que desencadeia o desenvolvimento de hiperatividade?

Período de gravidez

Se uma mulher sofria de toxicose durante a gravidez, sua pressão arterial aumentava, era observada hipóxia fetal, isso aumenta as chances de um bebê ser hiperativo. Além disso, a probabilidade dessa violação aumenta se a futura mãe fuma, usa álcool e drogas.

Crianças brincando
Crianças brincando

Distúrbios do nascimento

Vários fatores podem levar a essa violação. As chances aumentam se o bebê nasceu prematuro, o nascimento foi rápido ou longo. A causa também pode ser a estimulação ou o uso de pinças.

Predisposição

Se os pais sofreram com esse problema na infância, a criança pode ser hiperativa.

Como lidar com a hiperatividade

Os pais de crianças hiperativas costumam ficar frustrados por causa desse comportamento. Alguns já perdem a esperança de mudar um filho e simplesmente desistem. Há pais que tentam criar um filho com grande severidade, incutindo muita disciplina.

Mas essas crianças precisam de uma abordagem especial. Além disso, cada um deles tem algo em comum. Portanto, você pode tentar corrigir a situação seguindo as recomendações gerais de especialistas.

Indique claramente a tarefa

Como essas crianças experimentam grandes dificuldades com a concentração, os pais devem aprender a definir a tarefa o mais claramente possível para o bebê. Devem ser frases curtas que contêm tudo o que você precisa para entender o significado. As frases não devem ser sobrecarregadas e conter informações desnecessárias.

Seja consistente

Não dê várias tarefas ao seu filho de uma só vez. Por exemplo, você pede a uma criança para arrumar os brinquedos, lavar as mãos e depois ir para a mesa. Mas isso levará ao fato de que a criança não realiza nenhuma de suas tarefas ou se distrai em algum lugar ao longo do caminho de sua realização. Portanto, uma criança hiperativa precisa dizer, por sua vez, o que precisa fazer.

Crianças sentadas brincando
Crianças sentadas brincando

Formule cuidadosamente uma proibição

A palavra “não” para uma criança hiperativa é uma ocasião para uma explosão de emoções. Portanto, é melhor não pronunciar nada. Não diga a frase “Não pise nas poças”. Diga melhor: “Vamos na calçada seca”. Desta forma, você pode evitar muitas birras.

Designar os limites do tempo

Como as crianças ainda estão muito mal orientadas no tempo, depois de ter dado a tarefa, você terá que se rastrear como é realizada. Se a criança estiver brincando ou correndo com entusiasmo, e você precisar alimentá-la, colocá-la na cama ou distraí-la para outra lição, avise-a de que em 10 minutos será necessário concluir esta ou aquela tarefa.

Coloque a energia do seu filho em uma direção útil

Se você tem um filho hiperativo, é necessário que a energia dele seja gasta durante o dia o máximo possível. É aconselhável que estas sejam coisas úteis. Dê um passeio com seu filho, deixe-o praticar esportes, frequentar atrações com ele e comprar uma bicicleta. Você precisa encontrar o que o bebê mais gosta. Ele ficará mais calmo.

Consultar um médico

Marque uma consulta com um neurologista. Ele determinará com precisão o diagnóstico e prescreverá o medicamento que pode ajudar a lidar com a hiperatividade. Na maioria dos casos, os medicamentos ajudam a melhorar a atenção, o comportamento e a capacidade de se controlar.

Se você está criando uma criança hiperativa, deve ser paciente. É importante entender que esse comportamento não se deve ao fato de ser mau ou ruim, mas a uma violação no nível do cérebro. Não tenha medo de consultar um médico. 

Afinal, isso pode ajudar o bebê a aprender melhor e a se comunicar com outras crianças. Você deve amar seu filho, independentemente do comportamento dele. Afinal, ele merece isso não menos do que outros. E às vezes precisa de mais. Afinal, ele também não é fácil quando tem dificuldades com o estudo ou a comunicação.

Posts created 229

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

Begin typing your search term above and press enter to search. Press ESC to cancel.

Back To Top